"Não se requerem grandes heroísmos, senão a disputa lenta, constante e quiçá mais heróica das provas cotidianas, aquelas que vão cavando na alma o sulco de novos hábitos."

 

 "A visão completa de Deus é a do intelecto unido ao sentimento, isto é, a do cientista que também sabe orar e a do místico que também sabe pensar."

 

"Se desaparecessem as religiões atuais, ainda assim Deus sobreviveria de outra forma, cada vez mais sentido no íntimo, e cada vez mais amplo como universalidade."

 

" O homem mais dinâmico e revolucionário não é o que grita e assalta, mas o que pensa, penetra a verdade e a anuncia, sem agredir "

 

 

 

"Coragem! Ama, perdoa e ressucita !"

 

 

 "Não procure nos outros a origem de tua dor, mas em ti mesmo, e arrepende-te !"

"A força do homem do futu­ro não consistirá em superar o próximo, subjugando-o, como a lei no nível animal, mas consistirá no mover-se, consciente da ordem, segundo a Lei de Deus."

 

 

 "Não é lícito violar o sagrado direito de pensar e de procurar a verdade."

 "Esses escritos não constituem ginástica intelectual, não foram feitos somente para serem lidos, mas sobretudo para serem aplicados, pois só começam a revelar sentido quando forem vividos."

  "Pode até mesmo acontecer que quem formalmente esteja fora de uma religião seja mais religioso e esteja mais próximo de Deus do que quem esteja dentro dela, em plena ortodoxia."

Um novo exame de consciência

É preciso entender que o exame de consciência que se faz diante da Lei de Deus é muito diverso daquele que se faz diante das leis humanas. Estas golpeiam quando o indivíduo executou o delito. A Lei golpeia também mesmo que não tenha passado de pensamento ou desejo, porque, com isso, ele demonstrou-se capaz de fazê-lo, ainda que não o tenha realizado porque os fatos o impediram.   O exame de consciência é uma análise inicial para tomar conhecimento das nossas qualidades. A finalidade é prever as conseqüências que daí derivarão, a direção em que lançaremos as forças de um acontecimento, a trajetória que essas forças seguirão e o ponto ao qual elas devem chegar. Trata-se de um exame preventivo para tomar conhecimento das causas que, segundo sua natureza, o nosso eu nos leva a movimentar na fase inicial de um fato, permitindo a previsão de seu desenvolvimento como conseqüência daquelas causas, até o resultado final com o qual aquele fato se conclui. A finalidade deste exame, pois, é de saber, dado aquilo que colocamos em órbita, como dirigir e corrigir o fenômeno em fase de desenvolvimento, para levá-lo a bom termo. Diferentemente do exame de consciência comum, neste não interessam as apreciações...

Leia Mais

A pobreza evangélica e o correto uso da riqueza

      Se na ordem do universo a Lei quer que o homem execute o seu trabalho de evoluir, e se para esse objetivo são necessários os meios indispensáveis para viver, eis que eles lhe pertencem de direito. O homem iria... Leia Mais

A resistência à Lei e suas consequências

O maior problema de nossa vida consiste nas relações que cada um estabelece com a Lei, porque é dos recíprocos contatos e choques que se seguem, que depende o próprio destino.  No conflito entre a vontade anti-Deus do ser rebelde e... Leia Mais

Fazer a vontade de Deus

Quanto mais avança a ciência, tanto mais deve constatar em todos os fenômenos um princípio orgânico que rege o universo e que revela a presença de uma mente diretriz. Segue-se daí que o nosso livre arbítrio não é absoluto, ilimitado... Leia Mais

O evoluído e sua Religião

    É natural que para quem chegou à grande descoberta do "Tu habitas in me" a vida espiritual se transforme. Quanto mais se avança tanto mais se penetra nas realidades espirituais, e tanto mais a forma perde importância e ganha a substancial essência.   Em... Leia Mais

Retidão

A honestidade constitui sempre o melhor negócio. É questão de compreender. E a desonestidade, diga-se o que se disser, é sempre o pior negócio, representa, em outras palavras, forma de estupidez. Atualmente, a honestidade é considerada pelo involuído ... Leia Mais

Honestidade

    Atualmente, a honestidade é considerada pelo involuído, muitas vezes, como debilidade, peso moral que embaraça a luta, posição de inferioridade, forma antivital de inconsciência, desequilíbrio, moléstia do espírito. Essa a perspectiva das coisas, do ponto de vista em que... Leia Mais

O Evangelho e o mundo

O evoluído adquire consciência da presença de leis amigas e justas e, agindo de acordo com elas, alcança bem outros resultados À primeira vista, não conseguimos compreender porque o Evangelho quis fazer do homem um derrotado, um vencido - em vez de um... Leia Mais

Obediência x Compreensão

Para falar com Deus não se necessita de intérpretes e tradutores. Isto é violação de domicílio espiritual.  O indivíduo consciente rebela-se a esta falta de respeito ao seu direito de pensar segundo a sua consciência e conhecimento, tanto mais que... Leia Mais

Um novo estilo de vida: o método do respeito recíproco

 Nos vinte e dois volumes que precedem o presente, procuramos compreender o nosso mundo, orientando-nos, pelo menos em linhas gerais, com referência ao problema do conhecimento. Não pretendemos ser infalíveis e oferecer um produto definitivo que valha para sempre. Mas cremos... Leia Mais

Oração a Deus

Adoro-Te, Deus de todas as religiões e de todos os corações, vértice em que se fundem todas as divisões humanas, unidade absoluta em que se recompõe na ordem, a infinita multiplicidade do relativo. Adoro-Te Deus da sabedoria, poder e bondade... Leia Mais

Princípio de Retidão

Quando uma conduta é verdadeiramente moral?  Quando  ela corresponde à retidão - isto é, à positividade - e é benéfica, conquanto possua 100% de valor evolutivo, seja para si ou para os outros. Daquilo que se verifica nos fenômenos da matéria e da... Leia Mais

O árduo caminho da espiritualização

O Evangelho não desce para trabalhar num terreno virgem, mas num já poluído por mil delitos. É necessário enfrentar um trabalho imenso, porque se trata de corrigir, de reeducar de novo, reedificar o que está mal construído. Não devemos esconder... Leia Mais

Prev Next
Reflexões

IPU Bookstore

Congressos Pietro Ubaldi

Image not available
Image not available
Image not available
Image not available
Image not available